O que é e como funciona a internet dedicada?

  • Domine sua conexão

Pouca gente apostaria no sucesso comercial da rede de computadores que surgiu no final dos anos 1960 por causa da Guerra Fria. Mas, algumas décadas depois, a conexão chegou na vida de 4,5 bilhões de pessoas, com mais de 41 milhões de mensagens enviadas no WhatsApp. Com tanta demanda pelo mundo online, descobrir o que é internet dedicada e considerar se vale a pena apostar no modelo é cada vez mais importante.

O serviço é desenvolvido originalmente para o mundo corporativo e serve para trazer mais estabilidade na hora de transmitir os dados. Assim, conta com um uso exclusivo para quem contrata e não há a necessidade de compartilhamento.

Se você sofre com conexão lenta, talvez a ideia seja justamente uma forma de solucionar o problema. O objetivo deste conteúdo é mostrar o que é e como funciona a internet dedicada, além de explicar a sua diferença para a internet convencional. É só continuar por aqui!

O que é internet dedicada?

Na internet dedicada, o sinal não é dividido. Isso significa que você tem acesso direto ao serviço de distribuição. Aqui, a opção costuma ser recomendada principalmente para as empresas que não podem lidar com instabilidade no sinal.

Sabe quando a internet cai? Então, o modelo serve justamente para evitar isso. Assim, é voltado ao setor corporativo e pode dar acesso a uma experiência de navegação mais estável e segura.

Como funciona a internet dedicada?

A internet costuma envolver a contratação de uma empresa especializada no assunto. Assim, há uma equipe técnica que vai observar se a instalação é viável e definir qual é a banda ideal para as necessidades da empresa. Entre as vantagens, aparecem a estabilidade e a garantia da velocidade proposta.

Ainda assim, tem custos maiores e uma instalação um pouco mais complexa do que a versão tradicional. A internet dedicada é medida como a compartilhada, em bits por segundo. O modelo também é chamado de “link dedicado”.

Qual é a diferença da internet dedicada para a tradicional?

A principal diferença entre os dois modelos é a qualidade da conexão. Para profissionais e empresas que não podem ter interferência do tráfego de rede, o modelo promove uma conexão mais “limpa”. O tempo de reparo é outro diferenciador — afinal, se a ideia é ficar o menor tempo possível com a internet fora do ar, o reparo tem que ser rápido, certo?

Nesse caso, os tempos máximos costumam ficar na casa das 4 horas. Sem um sinal concorrido, problemas como oscilações, interrupções, sobrecargas e quedas são frequentes na internet convencional.

Saber o que é internet dedicada e conhecer suas vantagens costuma ser uma opção indicada para quem se frustra com as variações de velocidade do modelo tradicional. Isso porque as mudanças na banda larga costumam ser grandes, principalmente nos horários de pico.

Ainda vale analisar a infraestrutura na hora de apostar em um serviço de internet. Observe se há modem e roteador de qualidade, assim como a possibilidade de investir nos dispositivos separadamente.

E você? O que acha de ficar ainda mais por dentro das novidades da Cabonnet e de receber dicas e novidades sobre tecnologia e internet de qualidade? Então, não deixe de seguir a gente no LinkedIn!

Este artigo foi útil?

Fique por dentro de tudo que precisa saber para mandar bem

Assine nossas noticias