O que é SPAM e como se proteger dessas mensagens? Entenda aqui!

  • DOMINE SUA CONEXÃO

A expansão da internet trouxe muitas facilidades para o cenário empresarial e o dia a dia das pessoas. Entretanto, a transformação digital não abriu caminho apenas para o surgimento de boas ferramentas e canais de comunicação. Com ela, também vieram algumas más práticas.

Nesse contexto, você pode até não saber o que é spam, mas, certamente, já recebeu correntes de doação, mensagens indesejadas no e-mail, ligações de marketing insistentes… Enfim, uma série de ações que roubam tempo e produtividade e prejudicam o funcionamento dos seus dispositivos.

Para ajudar você a melhorar o desempenho e segurança ao utilizar qualquer recurso na web, esclareço, neste post, como se proteger dos spams. Siga a leitura e confira!

O que é spam?

O termo “spam” é uma sigla inglesa para “Sending and Posting Advertisement in Mass”, ou “Enviar e Postar Publicidade em Massa”, e diz respeito às mensagens indesejadas que são recebidas diariamente nos canais de comunicação digital: e-mail, WhatsApp, Instagram, Facebook, área de comentários em blogs etc.

Embora seja uma prática originalmente comercial — com o objetivo de persuadir pessoas a adquirir determinado produto ou serviço —, infelizmente, o spam também é utilizado para disseminação de golpes, fake news, malwares e difamação.

Normalmente, essa prática é promovida por empresas querendo divulgar seu trabalho, mas também pode haver indivíduos mal-intencionados por trás dessas ações — lembrando que esse tipo de mensagem é disparado para milhares de pessoas ao mesmo tempo.

Quais os tipos de spam existentes?

Para se defender de forma eficiente do spam, é importante conhecer as principais categorias em que eles são divididos. Confira a seguir!

Boatos

Os spams do tipo boato têm por finalidade divulgar histórias falsas e alarmantes. Via de regra, eles tratam de assuntos sérios e apresentam um tom apelativo para incentivar o compartilhamento com o máximo de pessoas possível.

Correntes

As correntes são simpatias que prometem algum benefício ao receptor da mensagem — dinheiro, saúde, sucesso na vida amorosa. Além disso, elas determinam um número de pessoas para as quais a vítima deve repassar a mensagem caso não queira sofrer de má sorte.

Estelionato

Spams de estelionato são utilizados para captura de dados dos destinatários e o uso de má-fé posteriormente. O mais comum é que eles direcionem os usuários para uma página falsa e solicitem a inserção de dados pessoais.

Ofensivos

São considerados ofensivos os spams cujo objetivo é a difamação de imagem, seja de uma pessoa, instituição, empresa etc.

Propagandas

As propagandas são o tipo mais comum de spam. O intuito pode ser a divulgação de produtos, serviços ou campanhas eleitorais, por exemplo. O problema é que a maioria dessas publicidades é ilícita.

Quais são os perigos do spam?

O grande perigo do spam é a disseminação de vírus e outros inúmeros tipos de malwares. Afinal, a partir daí, outros danos podem ser gerados para as vítimas, sobretudo prejuízos financeiros.

Ademais, as mensagens indesejadas de spam acabam poluindo a caixa de entrada dos usuários. Então, para se proteger de tais ações e evitar dores de cabeça, algumas medidas essenciais devem ser adotadas. São elas:

  • marcar como spam as mensagens na sua caixa de entrada;
  • não divulgar boatos;
  • atentar à credibilidade dos sites nos quais você se cadastra;
  • configurar a privacidade das suas redes sociais;
  • manter o antivírus atualizado.

Em um mundo cada vez mais conectado à web, saber o que é spam e os seus impactos no cotidiano dos usuários é fundamental para utilizar de forma segura todos os benefícios que a tecnologia proporciona.

Viu o que é um spam e como é possível se proteger dessas mensagens? Para continuar aprimorando seus conhecimentos na área, assine agora mesmo a minha newsletter e receba outras dicas diretamente no seu e-mail! Não vou enviar nenhum spam, ok?

Este artigo foi útil?

Fique por dentro de tudo que precisa saber para mandar bem

Assine nossas noticias