O que é o roteador dual band, como ele funciona e quais suas características?

  • DOMINE SUA CONEXÃO

Muita gente se pergunta qual é a causa dos problemas de conexão. Erros de software ou de provedor de internet costumam ser as primeiras opções que cruzam a mente, certo? Ainda assim, o impasse pode estar na emissão de sinal Wi-Fi. Daí a importância de prestar atenção se você tem roteador dual-band ou single-band, porque pode fazer toda a diferença.

Já ouviu esses termos? Eles dizem respeito à tecnologia usada na emissão do sinal para sua casa. Se tem dúvidas sobre a melhor forma de roteamento, dediquei este post a explorar tudo o que você precisa saber sobre o assunto. Vamos lá?

O que é roteador dual-band?

Se você pensa em ter uma conexão de internet de qualidade, a escolha do tipo de roteador influencia muito. Existem diferenças ligadas à área de cobertura, número de equipamentos conectados, velocidade do plano e por aí vai.

Os roteadores tradicionais costumam ser single-band. Isso significa que só há uma frequência de conexão e os dispositivos são limitados a apenas um sinal wireless — geralmente 2,4 GHz. O dual-band, por sua vez, conta com um funcionamento um pouco diferente.

Nele, há a emissão de dois sinais wireless e frequências diferentes, de 2,4 GHz e 5GHz. A primeira cobre uma área maior, mas conta com qualidade de conexão pior e sofre mais interferência. Já a segunda conta com qualidade maior para quem está localizado perto do roteador.

Como o roteador dual-band funciona?

A frequência 2,4 GHz foi projetada para os primeiros roteadores Wi-Fi e é, até hoje, muito usada no single-band. Essa era a única frequência para transmitir e receber dados, contando com um sinal forte o suficiente para cruzar regiões maiores e penetrar áreas sólidas, como paredes e portas.

Com o tempo, essa frequência começou a ficar saturada por outros dispositivos domésticos, como micro-ondas, caixas de som wireless, dispositivos bluetooth etc. O suporte de 5 GHz surgiu justamente para contornar a interferência e aprimorar a velocidade de navegação.

Sua desvantagem é a dificuldade de penetrar objetos sólidos. Por suportar várias frequências, roteadores dual-band atendem a vários perfis. Na maior parte das vezes, o dispositivo usado para acessar a web escolhe a frequência.

Quais são as vantagens de utilizar o roteador dual-band?

O ponto forte do roteador dual-band é a diversificação. O dispositivo corresponde tanto aos consumidores que precisam da internet apenas para necessidades básicas, como navegação de sites e redes sociais, quanto os mais exigentes — correspondendo aos serviços de streaming e jogos online, por exemplo.

Escolher um roteador dual-band envolve a análise de vários pontos: sua demanda por velocidade, os dispositivos compatíveis, o preço, entre outros. Nem todos os aparelhos oferecem suporte aos 5 GHz e esse é um aspecto que você pode ficar de olho. Não se esqueça de que modem e roteador são coisas diferentes, viu? O modem é o responsável pela conexão do dispositivo ao serviço de internet, enquanto o roteador é o aparelho que distribui o sinal Wi-Fi.

E você? Quer melhorar sua conexão contando com um serviço de internet moderno e completo? Então, entre em contato com a Cabonnet!

Este artigo foi útil?

Fique por dentro de tudo que precisa saber para mandar bem

Assine nossas noticias